Santa Luzia, na Estrutural, recebe 147 luminárias de LED

  • Imprimir

 
A CEB Ipes tem executado cada vez mais projetos de troca de luminárias convencionais por modelos de LED, principalmente nas regiões mais carentes do Distrito Federal. Através do Programa Luz que Protege, que leva o LED para áreas sensíveis ao índice de criminalidade, a qualidade de vida da população tem melhorado e a sensação de segurança aumentado. Com esse intuito, a CEB deu início, na manhã desta quarta-feira (23.06), à instalação de 147 luminárias de LED em Santa Luzia, situada na Cidade Estrutural. 
 
 “Somente no mês de junho, a CEB instalou luminárias de LED no Setor Água Quente, na Chaparral, na Vila Basevi, no Setor Leste do Gama, e agora chegou a vez de Santa Luzia. A Companhia está empenhada em entregar para a população uma iluminação pública de qualidade, que contribua efetivamente para a vida dos estudantes e trabalhadores que transitam a noite”, disse o presidente da CEB, Edison Garcia. 
 
 Quem ficou feliz com a troca das luminárias foi a Socorro Lima, de 62 anos. Moradora há três anos da Estrutural, ela conta que a iluminação vai ajudar sua família. “Lá em casa somos oito crianças e quatro adultos e todos saem ou voltam da rua quando o céu ainda está escuro. Vamos nos sentir mais seguros, com certeza”, disse Socorro. 
 

Socorro acompanhou o trabalho das equipes da CEB
 
 
A administradora regional do Setor Complementar de Indústria e Abastecimento – SCIA/Cidade Estrutural, Vânia Gurgel, acompanhou o trabalho das equipes da CEB e agradeceu à Companhia pelo planejamento e execução do projeto. “A CEB e o governador Ibaneis Rocha estão nos proporcionando uma iluminação nova e não temos palavras para dizer como isso vai melhorar a vida e a segurança da nossa comunidade. Esse é mais um incentivo para os jovens que trabalham durante o dia e estudam a noite”, declarou Vânia. 
 
O projeto de eficientização da iluminação pública de Santa Luzia será executado com recursos da CIP – Contribuição de Iluminação Pública, no valor de R$ 148 mil, e concluído em até quatro dias.

 

 Brasília, 23 de junho de 2021.

 

 Outras Notícias...



Voltar